Os roteadores VPN podem ser uma ótima solução para conectar vários dispositivos diferentes ao mesmo tempo. Aprenda como configurar um roteador VPN para obter proteção VPN permanente neste guia abrangente para roteadores VPN.

Dois caracteres usando um roteador VPN com vários dispositivos.

O que é um roteador VPN?

Um roteador VPN é um roteador WiFi com o software cliente VPN instalado. O roteador criptografa todo o tráfego enviado ou recebido pela sua rede WiFi. Isso significa que você pode proteger todos os seus dispositivos de uma só vez, sem instalar o software VPN em cada dispositivo individual.

O uso de uma VPN no seu computador ou smartphone criptografará o tráfego desse dispositivo individual. Um roteador VPN, por outro lado, criptografa o tráfego em toda a sua rede Wi-Fi, reduzindo as chances de ser pego sem proteção.

Isso significa que todos os dispositivos conectados ao seu WiFi - computadores, tablets, smartphones e TVs inteligentes - poderão acessar simultaneamente os servidores da sua VPN e manter uma conexão segura e privada.

O que é um roteador VPN e como eles funcionam?

Um roteador VPN criptografa o tráfego de todos os dispositivos na sua rede WiFi.

Os roteadores podem ser comprados com o software VPN pré-instalado ou você mesmo pode instalar o software. É importante observar, no entanto, que nem todos os roteadores podem suportar software VPN e nem todos os provedores de VPN podem ser executados em um roteador. Para obter mais informações, pule para a seção deste guia sobre Como configurar um roteador VPN..

Este guia abordará as vantagens e desvantagens do uso de um roteador VPN. Explicaremos o que procurar e exatamente por que um roteador VPN pode ser a solução certa para você.

Se você já decidiu comprar um roteador VPN e precisa de ajuda para configurá-lo, leia nosso guia completo sobre Instalação de uma VPN no roteador.

Quais são os benefícios de um roteador VPN?

Investir em um roteador VPN pode parecer um grande passo, mas pode oferecer várias vantagens em termos de segurança, privacidade e conveniência.

Ilustração mostrando as vantagens de um roteador VPN.

1Evitar limites de vários dispositivos

A maioria dos provedores de VPN tem um limite no número de dispositivos que você pode conectar de uma só vez.

Com uma VPN instalada no seu roteador, todos os dispositivos conectados à sua rede Wi-Fi serão protegidos pela sua VPN e conta apenas como uma conexão..

Esse recurso é especialmente útil para consoles de jogos, players de mídia e dispositivos de Internet das Coisas (IoT), muitos dos quais não têm suporte nativo para o software cliente VPN.

2Proteção VPN permanente

Os serviços VPN baseados em navegador exigem que você ative sua conexão sempre que desejar iniciar uma nova sessão. Se você estiver usando um roteador VPN, nunca precisará se preocupar em ativar sua VPN novamente.

Depois que seu roteador estiver configurado, sua VPN estará funcionando permanentemente, independentemente do dispositivo que você estiver usando. Isso reduz severamente o risco de ser pego sem proteção.

Nos últimos anos, alguns países aprovaram nova legislação que força os ISPs a monitorar e armazenar seu histórico de navegação. Agora isso é obrigatório no Reino Unido, Estados Unidos, Austrália e em certas partes da Europa.

Proteger toda a sua rede com um roteador VPN é uma das melhores soluções para esse problema. Todo o tráfego da sua rede será protegido e criptografado entre o roteador e o servidor VPN, deixando seu ISP com absolutamente nenhuma informação sobre o seu histórico de navegação.

3Melhoria da segurança geral

Atualizar o roteador é uma boa ideia do ponto de vista da segurança. Houve vários casos em que autoridades e criminosos exploraram vulnerabilidades em roteadores para espionar pessoas ou coletar seus dados confidenciais.

Se você estiver usando um roteador VPN, todos os dispositivos conectados ao Wi-Fi do roteador receberão os benefícios da sua VPN. Isso significa que, se você tem convidados ou deseja usar vários dispositivos simultaneamente, todo o seu tráfego será protegido por padrão.

Serviços de VPN em 4 camadas

É muito mais fácil executar dois serviços VPN simultaneamente, se você estiver usando um roteador VPN. Você pode instalar uma VPN no seu roteador e outra na sua área de trabalho. Embora isso definitivamente tenha impacto na velocidade da conexão, é uma ótima maneira de maximizar sua proteção, caso um provedor de VPN seja comprometido por vazamentos ou falhas.

Quais são as desvantagens de um roteador VPN?

Os roteadores VPN podem parecer uma ótima solução para a privacidade na Internet, e são, até certo ponto. Mas eles têm um custo, e não apenas o financeiro.

Ilustração mostrando as desvantagens de um roteador VPN.

1 Falta de flexibilidade

Os roteadores VPN são voltados para a privacidade. Depois de configurados, não é tão fácil alterar as configurações como quando o software VPN é instalado no nível do dispositivo. É muito mais difícil ativar e desativar sua VPN rapidamente ou alterar a localização do servidor.

Por esse motivo, os roteadores VPN não são ideais para coisas como falsificação geográfica, anti-censura ou desbloqueio de conteúdo. Essas situações precisam de muito mais flexibilidade em termos de quando você deseja ativar sua VPN e onde deseja se conectar..

Da mesma forma, se você deseja transmitir conteúdo, pode ser mais fácil instalar o software VPN diretamente no seu dispositivo preferido.

Muitos serviços bloqueiam VPNs sem prestar atenção à origem do tráfego. Isso pode causar problemas se a sua VPN for ativada constantemente.

Você pode até ter dificuldade para acessar o conteúdo normalmente disponível em sua região. Por exemplo, se você estiver nos EUA e conectar seu roteador VPN a um servidor do Reino Unido, poderá não conseguir acessar a Netflix dos EUA ou outras plataformas locais.

2Configuração complicada

Instalar uma VPN no seu roteador doméstico pode ser difícil e demorado, especialmente para iniciantes.

A maioria das empresas de VPN possui tutoriais para ajudar seus clientes no processo de instalação, e muitas delas também oferecem suporte ao chat ao vivo. Se estiver com problemas, consulte o nosso guia para instalar uma VPN no seu roteador.

A outra opção é simplesmente comprar um roteador pré-configurado. Isso é muito mais fácil e permite que você navegue em particular muito mais rapidamente, mas isso atrasará algumas centenas de dólares. Você pode descobrir mais sobre esta opção no próximo capítulo deste guia..

3 Velocidades de conexão reduzidas

Executar todo o seu tráfego por meio de uma VPN significa que suas velocidades serão permanentemente mais baixas.

Mesmo se você comprar um roteador de ponta equipado com uma das VPNs mais rápidas do mercado, haverá naturalmente uma certa lentidão em comparação com uma conexão sem restrições (e desprotegida). Isso será especialmente verdadeiro se você conectar vários dispositivos ao mesmo roteador VPN.

4 Pontos fracos de segurança

Uma desvantagem do uso de uma VPN no nível do roteador é que o tráfego entre seus dispositivos e o roteador não é criptografado.

Isso não é muito problemático se você conhece e confia em todos que usam sua rede doméstica. No entanto, representa um risco de segurança caso um estranho ou terceiro obtenha acesso.

Como configurar um roteador VPN: pré-flash vs. vs. não flash

Se você decidir investir em um roteador VPN, uma das maiores decisões que precisará tomar é comprar um pré-flash, Habilitado para VPN, ou sem piscar de olhos roteador.

"Piscando" significa instalar um novo firmware, que é o sistema operacional do roteador que determina o que pode e o que não pode fazer.

Ilustração mostrando os diferentes tipos de roteador VPN.

Aqui estão as três opções resumidas:

  1. Compre um roteador VPN pré-atualizado. Esses roteadores vêm com uma VPN pré-instalada. Essa opção é rápida e fácil, mas geralmente é mais cara.
  2. Compre um roteador habilitado para VPN. Esses roteadores oferecem suporte nativo aos recursos de VPN; portanto, você não precisa instalar um novo firmware habilitado para VPN. No entanto, você ainda precisará instalar sua VPN preferida.
  3. Piscar um roteador existente com firmware VPN. Esta é a opção mais complicada. Você pode economizar dinheiro com um novo hardware, mas precisará instalar o firmware da VPN manualmente.

A diferença entre essas opções é simples: os roteadores pré-atualizados já têm a VPN instalada neles. Roteadores sem atualização exigirão que você instale manualmente a VPN. A primeira opção geralmente custa um pouco mais, mas exige todo o trabalho das suas mãos - basta conectá-lo e continuar.

Se você adquiriu o roteador como parte do pacote da Internet, é improvável que você consiga instalar uma VPN nesse dispositivo exato. A maioria dos ISPs agora oferece a seus clientes dispositivos combinados que funcionam como modem e roteador. Nesse caso, você precisará comprar um novo roteador habilitado para VPN e conectá-lo ao seu dispositivo atual.

Agora, abordaremos cada uma dessas opções em detalhes.

1Roteadores pré-flashes

Roteadores pré-flashados são a opção mais simples em quase todas as situações. Eles vêm com uma VPN pré-instalada, permitindo evitar o processo complexo de instalação de novo software ou firmware.

A compra de um roteador VPN pré-flash geralmente custa um pouco mais, mas exige todo o trabalho das suas mãos - basta conectá-lo, inserir os detalhes de login e continuar.

Serviços como o FlashRouters lidam com o processo de instalação e fornecem um dispositivo completo com o serviço de firmware e VPN escolhido. Você também pode encontrar roteadores configurados especificamente para determinados provedores de VPN, o que é ótimo se você já tiver uma assinatura VPN.

Uma captura de tela dos roteadores VPN configurados para provedores de VPN específicos.

Uma seleção de roteadores pré-configurados para ExpressVPN.

O FlashRouters e alguns provedores de VPN também fornecem aplicativos dedicados para simplificar o processo de conexão da sua rede doméstica a uma VPN. Esses aplicativos criam uma interface personalizada que otimiza o processo de configuração e permite alternar facilmente entre servidores, provedores de VPN e opções de configuração.

Esses aplicativos funcionarão com os principais modelos de roteadores, incluindo o Linksys WRT32X, Netgear R6400 e Asus RT-AC5300.

Roteadores habilitados para 2VPN

Sua segunda opção é comprar um novo roteador que já seja compatível com o software VPN. Esses dispositivos vêm com Firmware habilitado para VPN pré-instalado, permitindo que você configure uma VPN de sua escolha e conecte-se aos servidores imediatamente.

Esta é a opção para você se:

    • Você comprou um Flashrouter que não foi pré-configurado com um servidor VPN.
    • Você deseja configurar seu roteador VPN com outro servidor VPN.

Para descobrir se o seu roteador atual funcionará com o software VPN, leia o manual do roteador ou pesquise o número do modelo on-line.

Como esses roteadores já são capazes de oferecer suporte a uma VPN, você não precisa instalar um novo firmware ou vincular o roteador a um dispositivo adicional. Simplesmente adquira uma assinatura VPN e um roteador habilitado para VPN, siga as instruções de configuração do provedor VPN escolhido e, em seguida, você poderá configurar o dispositivo para um servidor VPN.

Marcas populares que fornecem roteadores habilitados para VPN incluem ASUS, Linksys e Netgear. O Linksys WRT3200ACM e o Netgear R6400 são modelos populares que oferecem excelente relação custo / benefício.

Se você escolher esta opção, considere também quais protocolos VPN o roteador suporta e se pode ser atualizado com um novo firmware, se necessário. Os roteadores habilitados para VPN mais recentes geralmente oferecem suporte ao protocolo OpenVPN, o que significa que você pode instalar qualquer serviço VPN que também use o OpenVPN. Felizmente, esse protocolo é padrão em qualquer serviço VPN que vale a pena.

3Unflashed

Se o seu roteador não é atualmente compatível com o software VPN, mas é compatível com o firmware da VPN, será necessário atualizá-lo. Este é um processo mais longo que dependerá do tipo de roteador em questão. Você pode descobrir exatamente como fazer isso em nosso guia para instalar uma VPN em um roteador.

A atualização manual do seu roteador com o novo firmware permitirá que você instale o software VPN de sua escolha. Isso pode economizar seu dinheiro, mas requer um pouco de conhecimento técnico.

Os dois tipos mais populares de firmware de roteador VPN são Tomato e DD-WRT. Estes são sistemas independentes de código aberto que você pode baixar gratuitamente on-line.

Captura de tela do site de firmware do Tomato.

O tomate é um firmware de código aberto, habilitado para VPN para roteadores.

O DD-WRT e o Tomato fornecem uma interface para você controlar sua largura de banda, aumentar o alcance do seu WiFi, usar diferentes protocolos VPN e muito mais. Você pode aprender mais sobre as diferenças entre essas opções de firmware personalizadas neste artigo.

Vale lembrar que o firmware do roteador piscando não é para os fracos de coração. Isso pode resultar em um roteador quebrado com uma garantia anulada. Para saber mais, leia o nosso guia para instalar manualmente uma VPN no seu roteador.

Especificações do roteador VPN

Se você decidir comprar um novo roteador (pré-flash, habilitado para VPN ou outro), é importante entender exatamente o que cada modelo tem a oferecer. Se você já possui um roteador VPN e precisa escolher uma VPN, pode pular diretamente para Como escolher uma VPN para o seu roteador.

Assim como laptops e smartphones, todo modelo de roteador possui recursos diferentes que afetarão seu desempenho. Considere as seguintes especificações:

Padrão WiFi

O "padrão WiFi" de todos os roteadores aparecerá como um código no dispositivo, começando com 802.11 e seguido por uma letra. Esses padrões se referem a um conjunto de protocolos que decidem como sua rede WiFi funcionará e são atualizados a cada poucos anos.

O que realmente importa aqui é a carta que vem depois do "802.11". Os roteadores mais antigos terão um 'b' ou 'g': eles devem ser evitados, pois a idade deles significa que não serão capazes das velocidades mais recentes.

Os modelos mais novos têm um 'n', o que significa que eles suportam uma velocidade máxima de 300 Mbps. O que você realmente quer, porém, é um dispositivo que suporte 802.11ac. Este é o mais recente padrão do consumidor, permitindo velocidades de transferência de 1,3 Gbps.

Mesmo que seu provedor de internet não ofereça velocidades tão altas, uma velocidade máxima mais alta no roteador significa que todos os seus dispositivos fornecerão downloads tão rápidos quanto a sua conexão permitir..

Bandas de frequência

A maioria dos roteadores oferece uma banda de frequência sem fio de 2,4 GHz ou 5 GHz. Este número representa a velocidade com que os dados são enviados e recebidos pelos dispositivos conectados à sua rede.

A principal diferença entre essas duas frequências será o alcance e a velocidade da conexão que cada banda fornece. Simplificando, 2,4 GHz oferece velocidades mais lentas em distâncias maiores, enquanto 5GHz oferece velocidades mais rápidas em distâncias mais curtas.

Você continuará limitado pela velocidade geral da banda larga, independentemente da banda que está usando. Dito isto, 5GHz provavelmente fornecerá essa banda larga mais rápido que 2,4GHz.

Vale ressaltar que a frequência de 2,4 GHz também pode sofrer interferência se houver muitos dispositivos na rede. Isso ocorre porque há menos dispositivos por aí capazes de usar 5 GHz, o que causa superlotação na faixa de 2,4 GHz. Você pode aprender mais sobre frequências sem fio neste artigo.

Velocidade máxima

O padrão e a frequência WiFi não são os únicos fatores que determinarão a velocidade de um roteador.

Na maioria das vezes, um roteador indica sua velocidade máxima imediatamente. Nada de técnico para levar aqui - procure o maior número possível dentro da sua faixa de preço. Se você quiser saber mais sobre a velocidade do roteador sem fio, leia este guia útil.

Número de portas

Só porque seu roteador é sem fio não significa que você ainda não pode ficar on-line da maneira antiga.

A maioria dos roteadores VPN vem com portas Ethernet para conexões com fio. Essa é a maneira mais fácil de garantir velocidade e confiabilidade - se não sempre a mais conveniente.

Eles também costumam ter uma porta USB ou duas. Você pode usá-los para transformar uma impressora com fio em uma WiFi, ou conectar um dispositivo de armazenamento externo para criar uma unidade de rede compartilhada.

Quanto custa um roteador VPN?

Como qualquer dispositivo, o preço dos roteadores VPN pode variar de acordo com as suas necessidades. Sempre existem opções para usuários e profissionais avançados, mas recomendamos uma opção que corresponda ao tamanho e às demandas da sua rede.

Lembre-se de que, como equipamento inerentemente avançado, quando comparado aos roteadores WiFi padrão, os roteadores VPN são mais caros desde o início. o as opções mais baratas custarão cerca de US $ 130, enquanto modelos high-end podem custar mais de US $ 500.

Depois de comprar um roteador VPN, o preço de uma assinatura mensal de VPN é muito razoável, mesmo quando você usa um provedor líder como NordVPN ou Acesso Privado à Internet. É um preço pequeno a pagar pela tranqüilidade.

Como escolher uma VPN para o seu roteador

Ilustração de um roteador VPN com diferentes provedores de VPN.

Mesmo se você comprar um roteador pré-configurado, ainda precisará comprar uma assinatura VPN.

Depois de decidir como configurar seu roteador VPN, você precisará decidir qual provedor de VPN planeja usar. Se você já está pagando por uma assinatura VPN, está a alguns passos à frente. Caso contrário, você precisará fazer uma pesquisa.

VPNs populares como ExpressVPN ou NordVPN podem ser facilmente instaladas em roteadores Tomato ou DD-WRT. Outros provedores, como TunnelBear ou Hotspot Shield, não são tão simples. Sempre verifique se um serviço VPN suporta conexões de roteador antes de comprar uma assinatura.

Depois de verificar se o seu provedor de VPN suporta conexões de roteador, vale a pena garantir que o restante do serviço esteja correto.

Considere os seguintes critérios:

  • Velocidade de conexão
  • Suporte online
  • Política de Registro
  • Localizações do servidor

Comece pesquisando as velocidades de conexão do provedor e a rede de suporte. Sua VPN cuidará de tudo, desde streaming até jogos - geralmente em vários dispositivos ao mesmo tempo -, por isso é importante escolher um provedor que ofereça o desempenho necessário. Da mesma forma, um forte suporte on-line ajudará a resolver qualquer problema que você tenha com a instalação.

Em seguida, vale a pena dedicar um tempo para entender exatamente quais dados o seu provedor de VPN registra e por quanto tempo ele é armazenado. Algumas políticas de registro de VPN podem ser enganosas, portanto vale a pena ler a política de privacidade na íntegra.

Por fim, verifique a lista de locais de servidores do provedor de VPN. É importante que você possa se conectar aos locais de que precisa. Se você está com dificuldades para encontrar essas informações ou não tem tempo para fazer essa pesquisa, pode ler nossas análises das melhores VPNs de 2020.

Escolhendo uma VPN para um roteador pré-flash

Um número surpreendente de provedores de grandes nomes oferece suas VPNs em roteadores pré-flash. As opções populares incluem:

  • ExpressVPN
  • HideMyAss
  • IPVanish
  • NordVPN
  • Acesso Privado à Internet
  • PureVPN
  • SaferVPN
  • Windscribe
  • Cyberghost
  • Me esconda
  • IVPN
  • Privacidade perfeita
  • VPN privada
  • ProtonVPN
  • VPNArea
  • VyprVPN

Você pode encontrar análises detalhadas de todos esses serviços VPN - incluindo informações sobre suas políticas de log, localização de servidores e velocidades máximas - em nossa seção Revisões de VPN.

Se você já possui uma assinatura de um desses serviços, já está em vantagem. Tudo o que você precisa fazer depois de comprar e conectar seu roteador pré-flash é fazer login na sua conta.

Se você preferir usar outro provedor, isso não é um problema. O firmware DD-WRT permite configurar manualmente quase qualquer VPN que use os protocolos OpenVPN ou PPTP. Isso significa que, se você comprar um roteador de um serviço como o FlashRouters, mas não quiser usar uma das VPNs listadas no aplicativo, poderá instalar um diferente.

Lembre-se, porém, nessa situação, você precisará configurar manualmente sua VPN e não poderá usar nenhum dos recursos adicionais do aplicativo, como alterar a localização do servidor ou ativar e desativar a VPN. Para obter mais informações sobre como configurar manualmente o seu roteador VPN, leia nosso guia de instalação do roteador VPN.

Escolhendo uma VPN para um roteador habilitado para VPN

Se o seu provedor de VPN preferido não oferecer um roteador pré-flash, tudo bem. Verifique se a VPN suporta o OpenVPN e adquira um roteador com firmware que também suporte o mesmo protocolo. Você pode configurá-lo a partir daí.

Vale ressaltar que determinados serviços de VPN só funcionam com modelos de roteador específicos. Visite o site do provedor escolhido ou entre em contato com o serviço de suporte para obter mais detalhes.

Alguns provedores de VPN oferecem um processo de instalação simplificado com guias fáceis online. O NordVPN, por exemplo, possui tutoriais detalhados sobre roteadores para todos os roteadores e firmware que eles suportam.

Se o seu roteador já é compatível com a sua VPN, tudo o que você precisa fazer é fazer login e configurá-lo para conectar-se aos servidores do seu provedor de VPN. Para obter instruções mais detalhadas sobre isso, leia o Guia de instalação do roteador VPN.

Os roteadores VPN valem a pena?

Escolher instalar um roteador VPN pode parecer um grande passo se você estiver acostumado a aplicativos simples ou VPNs baseadas em navegador. Dito isto, se você tem muitos dispositivos e realmente se preocupa com a privacidade da sua rede doméstica, pode ser a opção certa para você.

Brayan Jackson
Brayan Jackson Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me